domingo, 30 de agosto de 2009

Galinha d'Angola

Estivémos num casamento no sábado passado e o banquete foi numa Quinta das que existem por aí muitas agora, especialmente dedicada a estes eventos. Entre outros animais encontrei lá uma galinha d'Angola e lembrei-me logo da Maria do Carmo. Esta é verdadeira...
Por cá chamam-lhes "fracas" pois na linguagem de galinha parece estar sempre a dizer "estou fraca"..."estou fraca"... são mesmo irritantes.

4 comentários:

Joana disse...

Oi Isabel!
Passei para fazer uma visitinha rápida e convidar você a participar do concurso do meu blog. Estou em busca de um nome para meu novo blog de bordados que estarão á venda. Conto com você.
Beijos
Joana

disse...

Ô gente! eu adoro este bichinho, já tive uma de estimação, a verdadeira, criava tanta angola na fazenda do meu pai, que ele estava ficando nervoso, pois elas são muito barulhentas. Barulhentas ou não, eu adoro!.

Faniquito disse...

Oii amiga !!!

Hehehe...eu gosto das galinhas de angola ...de fracas não tem nada.:) Inclusive, na minha infancia alimentei algumas.Vc agora me fez recordar...eu era uma criança sem apetite e tinha que comer senão era bronca na certa.E nas férias (sempre no campo), era legal, pq eu colocava a comida num saco (o prato esvaziava:), escondia e depois ia dar as galinhas.Só muitos anos depois , eu confessei essa arte...e levei uma carinhosa bronca.:)

Beijinhos

Ana

Joana disse...

Estas aves são muito apreciadas por aqui, principalmente na penala. Chamam-nas de "capote". Eu tenho delas no sítio, andam sempre em bando e são muito úteis pois não se criam cobras no local onde elas habitam.
Passei um tempo sem vitirar os blogs das amigas e agora cheguei por aqui e está cheio de novidades. Adorei os cântaros, são peças lindas. A colcha de crochê é mesmo digna de museu, linda. Não acredito que ainda se façam trabalhos como esse. Achei muito fofo o quadrinho da tartaruguinha. O Miguel é um menino de sorte e vai ter seu quartinho ainda mais bonito com esse belo enfeite. Beijos
Joana