domingo, 6 de dezembro de 2009

Candeia de azeite antiga

Recebi-a ontem das mãos da sua anterior proprietária que ma ofereceu com muita estima e digo isso porque foi com esta pequena candeia que ela iniciou a sua vida de leitora de muitos e muitos livros. Segundo me disse teria cerca de onze anos quando começou a ler com regularidade e sentava-se bem perto da parede onde estava a candeia e assim leu e leu e leu... Hoje está com setenta e alguns e partilhou comigo um objecto do qual tem muito boas recordações e que lhe foi bastante útil no distante Alentejo, onde nasceu e cresceu.

7 comentários:

Maria Filomena disse...

Isabel,
que linda história e que lindo gesto dessa senhora....Essa lâmpa tem um valor inestimável....Parabéns por merecer ganhar tão linda prenda.
abraços de Maria Filomena

Nile e Richard disse...

Oi amiga.
Mas que presente maravilhosos.Parabéns.
As candeias são raridade.

Natal...
É o mês de confraternização Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!
O melhor presente
è a alegria do teu sorriso
O poder do teu amor
A sinceridade do teu carinho
Enfim a tua amizade.
bjtos.Nile.

disse...

Jogado, quer dizer abandonado, deixado de lado. Fico triste pois sou muito apegada as coisas antigas dos meus parentes, quando for na casa da minha mãe pretendo tirar fotos dos móveis dela, mais de 60 anos, lindos sou apaixonada, por coisas antigas conservados.

Sonhos de Crochê disse...

Oi Isabel
Paaei alguns viajando,por isso a demora em te falar dos frutos do meu quintal. Temos alguns ,dependendo da temporada. Estes futos da foto em questão é mamão ou papaya dependendo da nomenclatura da região.
gosto muito de te fazer visitas.
bjimhos
Mary Nilva

Leti disse...

Que interesante esa lampara. Nunca habia visto algo igual. Que suerte la tuya de poseer algo tan lindo.
Beijos

Rosa do Adro disse...

Bem Isabel, uns dias sem apararecer e atntas coisas para ver.

Gostei de tudo, mas a minha história preferida é ada Lamparina. Como sabe eu adoro "coisas velhas" e quando trazem história atrás, então.....

Bom fim de semana

Luiz Antonio A; Garcia disse...

Prezada Isabel! Essa história comove a gente que gosta dessas coisas. Minha tia já completou 52 anos de casada e possui uma candeia (bem rustica-aquela de gente humilde) que pertenceu a vó dela, portanto nem ela sabe quantos anos essa peça tem. Tirei fotos para que um serralheiro fizesse uma replica pra mim, mas não foi possível, mas tive a honra de merecer a sua confiança e ela me emprestou, aí trouxe de muito longe fiz cinco unidades e devolvi a original bem rapidinho. Entretanto a todo instante, ao ver as replicas, fico sonhando com aquela peça. Parabéns à voce que conseguiu tão lindo exemplar. Luiz Antonio A. Garcia - Santa Helena de Goiás